"Declaracão e Compromisso Conjunto Sobre os Cuidados Paliativos e o Tratamento da Dor como Direitos Humanos"

Amigos e Amigas

Não é possível mais aceitar que muitas pessoas sofram tanto para morrerem nos serviços de saúde.

É inaceitável que frente a diversidade de alternativas de suporte e controle da dor, as pessoas sejam expostas a tratamentos desnecessários, que só prolongam a vida sem contrapartida de qualidade de vida.

É insuportável que pessoas sejam submetidas a tratamentos desnecessários sem que sejam diretamente informadas sobre as consequências dos mesmos e que também não sejam informadas sobre as suas reais condições de saúde.

As pessoas são portadoras de direitos inalienáveis. Um deles deve ser o de poder morrer da melhor forma possível, recebendo toda assistência HUMANA e necessária para tal. Não podem portanto ser submetidas a gestos de obstinação terapêutica que só produzem dor e sofrimentos desnecessários.

Entende-se por morrer da melhor maneira possível receber cuidados adequados onde a dor seja controlada, haja conforto material e espiritual, e todas as necessidades humanas e existenciais possam ser, no limite das possibilidades, prontamente atendidas.

Grupos, associações e Indivíduos que promovem os Cuidados Palitivos no mundo inteiro estão disponibilizando uma "Delaracão e Compromisso Conjunto Sobre os Cuidados Paliativos e o Tratamento da Dor como Direitos Humanos", buscando que os organismos internacionais ligados a saúde reconheçam o acesso aos cuidados paliativos e o tratamento da dor como direitos humanos, o que obrigaria Estados e instituições privadas a adotarem políticas públicas para sua implementação.

Abaixo está disponibilizado no primeiro link o teor da declaração em espanhol e, logo depois, outro link para, caso você concorde com a declaração, poder ser mais uma pessoa a assina-la. Para ler a declaração é necessário ter o adobe reader instalado.

http://www.hospicecare.com/resources/pain_pallcare_hr/docs/jdsc_esp.pdf

http://www.hospicecare.com/cgi-script/csFormbuilder/forms/declaration.htm

2 comentários:

PINGUIM LEOPARDO disse...

Ganhamos um blog de qualidade exemplar.Um blog estampa fina que vem trazer ao seio da nossa tão inculta sociedade , a possibilidade do conhecimento sobre o simples morrer como o simples nascer tão já assimilado pela ortodoxia da cultura burguesa. Pensar a morte deve ser a regra .Quiçá a exceção seja um equívoco das nossas contradições ou fragilidades , como acredito ser a recusa incosciente de sua concretude. Pois sim , vejo-a todos os dias se renovando em minhas partituras, em meus lúdicos sonhos que ao piano tiro em sustenidos e bemois para uma eterna leveza da melodia morta e suave mas viva , escrita em 1791 como poderia ter sido agora. Quando editaram pela primeira vez um weblog ( BLOG ) não sei se pensaram na morte como estamos pensado agora.

Luiz César

PINGUIM LEOPARDO disse...

errata : inconsciente -depois de melodia morta e suave tem uma virgula